Pular Navegação (s)

Adinkra, Meu Pai


Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível

Descrição Geral

"A palavra adinkra pertence a um antigo sistema africano de escrita criado pelos povos acã (Akan), que habitam a região de Gana, na África Ocidental. Ela se origina da história da guerra entre dois reis, um dois quais, Adinkra, detinha conhecimentos sobre a produção de tecidos e estamparia. Tendo sido vencido e morto por seu inimigo, Adinkra teve sua cabeça exposta como troféu. Depois disso, a palavra passou a significar ""despedida"" ou ""adeus"", além de denominar o conjunto de ideogramas do tecido da roupa que usava. São ideogramas de sentido profundo, que trazem aspectos da história, filosofia e valores desses povos. A partir desses ideogramas e de seu significado, Joaquim de Almeida criou esta história que fala das tradições africanas, de magia e do amor de um filho por seu misterioso pai."

Características

  • Número de Páginas: 88
  • Formato de Mídia: Livro impresso
  • BISAC: FIC000000

Comentários

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Detalhes

Marca: Salamandra Referência: 9788516110239